“O fotógrafo de guerra é um interlocutor fundamental para diálogos”

André Liohn foi o primeiro brasileiro a receber o prêmio ‘Robert Capa Gold Medal’.

Arte & Cultura

19/09/12 15:42 - Atualizado em 20/09/12 09:47

Líbia

O fotógrafo André Liohn foi o primeiro brasileiro a conquistar o ‘Robert Capa Gold Medal’, um dos prêmios para fotografia de guerra mais prestigiados do mundo. Liohn ganhou o prêmio pela série de doze fotos que tirou em Misrata, na Líbia, cidade mais castigada pela guerra, sitiada pelas tropas do ditador Muamar Kadafi, entre março e abril de 2011.

O ineditismo do prêmio não para no Brasil: Liohn passa a ocupar o posto de primeiro o fotógrafo sul americano premiado com o ‘Robert Capa Gold Medal’.

 “É uma honra que meu nome esteja representando a história internacional na fotografia. Eu gostaria que esse prêmio servisse de estímulo para que as pessoas refletissem mais sobre a fotografia”.

Além de fotografar, Liohn também é cinegrafista e registra as imagens para empresas brasileiras e estrangeiras, como a CNN norte-americana. Depois de voltar dos países árabes em conflito, ele criou junto com outros amigos fotógrafos um projeto que angaria doações aos líbios, através de exposições itinerantes das fotos da guerra árabe.

É por acreditar que o fotógrafo é um interlocutor fundamental para que algum diálogo possa vir a existir que Liohn ainda não desistiu de seu ofício.

O fotógrafo conta para o Metrópolis as histórias de suas fotos; veja:

André Liohn também esteve no Roda Viva em abril de 2012; assista na íntegra:

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.

Comentários

voltar ao topo