volta - Alô Escola
Dr. Euryclides de J. Zerbini
       

Imagem Dr.Zerbini em cirurgia
Dr. Zerbini e equipe realizando
1° transplante cardíaco - 1968

Vinte e seis de maio de 1968. O cirurgião brasileiro Euryclides Zerbini e sua equipe realizam o primeiro transplante cardíaco da América Latina. Poucos meses antes, o Dr. Christian Barnard havia realizado, na África do Sul, a primeira experiência do tipo em todo o mundo.


Euryclides de Jesus Zerbini nasceu em Guaratinguetá, Estado de São Paulo, no dia 10 de maio de 1912. Forma-se médico em 1935, especialista em cirurgia geral. A intervenção cardíaca é ainda algo raro na medicina - o coração é o tabu dos cirurgiões.

Mesmo assim, quando em 1942 entra no Pronto Socorro um garoto de sete anos com um estilhaço de ferro dentro do peito, o Dr. Zerbini não hesita: abre o coração do menino e religa sua artéria coronária, salvando-lhe a vida.Um grande feito médico, que estimula o Dr. Zerbini a seguir para os Estados Unidos e se especializar em cirurgia torácica.

A partir de 1950, começa a praticar a cirurgia intracardíaca fechada. Professor da Universidade de São Paulo, cria o Centro de Ensino de Cirurgia Cardíaca, semente do futuro Instituto do Coração.

Em 1957 , inicia com sua equipe as primeiras cirurgias cardíacas com circulação extracorpórea. Nos porões do Hospital das Clínicas, em São Paulo, instala uma oficina experimental. Começa a produção artesanal das máquinas que fazem a circulação e oxigenação do sangue para fora do corpo durante as cirurgias.

Ao realizar o primeiro transplante brasileiro de coração, o Dr. Zerbini e sua equipe tornam-se famosos do dia para a noite. É grande o impacto sobre a opinião pública, devido ao tratamento espetacular que a imprensa dá ao assunto.


Mas a cirurgia de transplante é apenas mais uma entre muitas realizações brilhantes da longa carreira do cirurgião e professor Euryclides Zerbini. Ele é, na verdade, o introdutor da cirurgia cardíaca no Brasil e o responsável pelo seu desenvolvimento até o nível de excelência que conseguiu atingir. Trabalhador incansável e inteiramente dedicado à medicina, o Dr. Zerbini tem a satisfação de ver concretizados todos os seus projetos profissionais.
imagem Dr. Zerbini
Dr. Zerbini em sala de aula

Imagem Dr. Zerbini no Instituto do Coração
A construção do Incor - 1975

Em 1975, um grande sonho se realiza: a construção, em São Paulo, do Instituto do Coração, o INCOR, cujo padrão de qualidade é reconhecido no Brasil e no mundo. Logo depois, surge a Fundação Zerbini para o Desenvolvimento da Bio-Engenharia, criada para dar suporte técnico ao INCOR.


Hoje, a fundação exporta tecnologia. Os transplantes cardíacos, suspensos em 1969, são retomados em 1980. Isso só foi possível graças à descoberta da ciclosporina, droga capaz de evitar que o organismo do paciente rejeite o órgão transplantado.

Em 1985, aos 73 anos de idade, o Dr. Zerbini volta a ser pioneiro ao realizar o primeiro transplante de coração num paciente portador do mal de Chagas.


Em seus 46 anos de carreira acadêmica, forma, direta ou indiretamente, todos os especialistas em cirurgia cardíaca que atuam no país. A Associação dos Discípulos de Zerbini, criada em 1983, reúne-se anualmente para discutir trabalhos científicos e homenagear o
ex-professor.

imagem Associao dos Discpulos do Dr. Zerbini
Homenagem ao Professor
Euriclydes de Jesus Zerbini

Em 58 anos de carreira, o Dr. Zerbini recebe 125 títulos honoríficos e inúmeras homenagens de governos de todo o mundo. Participa de 314 congressos médicos. Realiza, pessoalmente ou através de sua equipe, mais de quarenta mil cirurgias cardíacas.

Euryclides de Jesus Zerbini morre aos 81 anos de idade, em 23 de outubro de 1993. Trabalhou até às vésperas de sua morte, operando e realizando palestras e conferências.

"Operar é divertido, é uma arte, é ciência e faz bem aos outros".
Euryclides de Jesus Zerbini
Roteiro: Dora Karan

icon

Ensinar e Aprender


1. Estudar a obra e a personalidade do Dr. Zerbini. Montar um painel (jornais, revistas, livros...), destacando a influência do Dr. Zerbini na medicina. Essa atividade poderá ser integrada à disciplina Educação Artística.

2. Pesquisar o funcionamento do coração, relacionando com a doença de Chagas. Destacar a importância do transplante no indivíduo portador da doença de Chagas (chagásico).

3. Com a orientação do professor, dissecar um coração bovino e observar suas cavidades, vasos sangüíneos... Fazer um relatório. Essa atividade poderá ser integrada à disciplina Língua Portuguesa.

Bibliografia

LACAZ, Carlos da Silva. Homenagem ao Prof. Euriclydes de Jesus Zerbini. São Paulo: Faculdade de Medicina/USP., 1994.